Mambos Novos

C.S. LEWIS, A QUEDA DE UM ATEU

SINOPSE:  “O cristianismo, se é falso, não tem nenhuma importância, e, se é verdade, tem infinita importância. O que ele não pode ser é de moderada importância”. Palavras ditas por C.S. Lewis, um ateu rendido aos pés da Cruz, leia a sua biografia!

Detalhes:
Título: C.S. LEWIS, A QUEDA DE UM ATEU
Autor: Ted Olsen
Lançamento: Projecto Wesley
Páginas:  21



BAIXE GRATUITAMENTE O SEU EXEMPLAR:  [AQUI]

UM APELO SINCERO AOS HOMENS DE RAZÃO E RELIGIÃO

SINOPSE:  Um Apelo Sincero aos Homens de Razão e Religião, de autoria de John Wesley, faz parte dos capítulos da obra que o autor dedicou à defesa do Metodismo. Esse texto de 1743 foi a primeira de uma série de réplicas que Wesley escreveu em resposta às objeções que estava sofrendo e, além de ser uma alegação veemente contra alguns membros do clero da Igreja da Inglaterra, é um ensaio antropológico e soteriológico maravilhoso.

O livro é o primeiro número da Série Pensamento Cristão, outra novidade da editora, que reunirá o aporte de teólogos de todas as épocas.

Detalhes:
Título: UM APELO SINCERO AOS HOMENS DE RAZÃO E RELIGIÃO
Autor: John Wesley
Lançamento: Editora Sal e Cultura
Páginas: -



COMPRE O SEU EXEMPLAR:  [AQUI]

QUAL O CAMINHO DAS ASSEMBLEIAS DE DEUS

SINOPSE:  Jerry Walls fornece uma valiosa ajuda a ministros de todas as Assembleias de Deus com esta obra. Ele oferece uma avaliação concisa da teologia reformada que atualmente está suscitando intensa discussão dentro de nossa família eclesiástica. Os ministro das Assembleias de Deus precisam estar cientes destas influência crescente, pois ela está contribuindo para a neutralização de importantes ênfases pentecostais e espirituais que nós historicamente afirmamos.

Detalhes:
Título: QUAL O CAMINHO DAS ASSEMBLEIAS DE DEUS
Autor: Jerry Walls
Lançamento: Editora Reflexão
Páginas: 128



COMPRE O SEU EXEMPLAR:  [AQUI]

O GRANDE JULGAMENTO

SINOPSE:  JOÃO WESLEY, O FUNDADOR DO METODISMO, nasceu em Epworth, Inglaterra, em 28 de junho de 1703, e morreu em Londres, em 2 de marco de 1791. Em Oxford, ele fazia parte de um grupo de jovens conspícuos pela vida religiosa, a quem os estudantes zombeteiramente chamavam de "metodistas". John Wesley foi introduzido na pregação de campo por seu grande contemporâneo, George Whitefield. Os sermões de Wesley, mais do que os de qualquer pregador célebre, levantam a questão sobre o quanto lhes era possível manter a atenção das multidões ao ar livre aos quais Wesley estava acostumado a pregar. Quanto à maneira. Wesley era tão calmo quanto era no assunto. Contudo sua pregação foi muito usada por Deus para o reavivamento do Cristianismo na Grã-Bretanha.

A maioria dos seus sermões eram como discursos silenciosos, paternais e de reuniões de oração comunitária. Esta simplicidade singela era natural e refinada, pois ele nos dá o plano na preparação dos sermões: "Meu desígnio é, em certo sentido, esquecer tudo o que já li até hoje. Pretendo falar no geral, como se nunca tivesse lido um livro de autor antigo ou moderno (sempre esperando a inspiração). Estou persuadido de que, por um lado, este pode ser um meio de me capacitar mais claramente para expressar os sentimentos do meu coração, enquanto sigo a cadeia dos meus pensamentos, sem emaranhar-me com os de outras pessoas; e que, por outro lado, fico com menos peso em minha mente, com menos preconceito e idéias pre-concebidas, quer para investigar por mim mesmo ou entregar aos outros as verdades nuas do Evangelho".

O sermão a seguir, "O Grande Julgamento", mostra Wesley numa disposição de espírito muito mais animada do que na maioria dos seus sermões pregados. A conclusão do sermão é bom exemplo da perdida arte de fazer apelos ao pecador.


Detalhes:
Título: O grande Julgamento
Autor: John Wesley
Lançamento: Projecto Wesley
Páginas: 32



BAIXE GRATUITAMENTE O SEU EXEMPLAR:  [AQUI]

GRAÇA PARA TODOS - A DINÂMICA ARMINIANA DA SALVAÇÃO

SINOPSE: Cristo Morreu pelos pecados da humanidade na Cruz? Deus deseja que todas as pessoas sejam salvas e direciona sua graça para todas as pessoas para esse propósito?

Existem cristãos que estão seguindo um paradigma determinista que acredita que isso não seja verdade. Eles acreditam que predestinou algumas pessoas para o céu e muitas, ou mesmo a maioria, para o inferno. A maré crescente do calvisnismo e sua teologia "TULIP" precisa respeitosamente respondida.

Graça para Todos: A Dinâmica Aminiana da Salvação apresenta um distinto painel internacional de eruditos para examinar esta questão. Esses escritores lidam com questões tais como eleição, livre-arbítrio graça e segurança. Eles fazem argumentos escriturísticos persuasivos para a universidade da graça de Deus, afirmando que Cristo fez expiação pelos pecados de todas as pessoas que Deus sinceramente oferece perdão para todas através de Cristo.

Detalhes:
Título: GRAÇA PARA TODOS - A DINÂMICA ARMINIANA DA SALVAÇÃO
Autor:  Clark H. Pinnock e  John D. Wagner
Lançamento: Editora Reflexão
Nº Páginas: 462



COMPRE O SEU EXEMPLAR: [AQUI]

REFLETINDO A IMAGEM DIVINA

SINOPSE: Minhas raízes religiosas estão no movimento de Santidade, o qual, historicamente, é oriundo do despertamento espiritual que ocorreu inicialmente na Inglaterra durante os ministérios de John e Charles Wesley. Tal despertamento floresceu na América no decorrer do século dezenove, resultando na formação de inúmeras denominações de “santidade.” Os representantes desse movimento que foram instrumentais na conversão de minha família ao cristianismo e de sua afiliação à igreja eram bastante legalistas; o padrão de conduta que eles pregavam era um tanto restritivo e ao mesmo tempo distante do comportamento externo esperado. Como eu ainda não havia tido uma experiência religiosa até aquele tempo – eu era um estudante de segundo grau – naturalmente sucumbi com essa mentalidade. Embora eu continue a apreciar a ênfase numa vida disciplinada, comecei a detectar muito cedo alguns problemas com essa abordagem da vida cristã. Minhas preocupações se intensificavam com as inconsistências observadas nas vidas de muitos daqueles que eram os porta-vozes desse pensamento.

Eventualmente, essa situação me conduziu através de uma longa busca por uma ética cristã autêntica. Como dei continuidade acadêmica em minha preparação para o ministério, comecei a tomar consciência da teologia wesleyana primitiva e a reconhecer que ela teve diferenças consideráveis daquela teologia rubricada que aprendi. Esse entendimento me levou a uma crença profunda de que a teologia wesleyana oferecia uma perspectiva que soava tanto bíblica quanto teologicamente. Achei que a própria perspectiva de Wesley poderia ser extremamente útil e mais consistente com o “inteiro teor das Escrituras,” como ele mesmo dizia, do que as outras perspectivas que eu havia conhecido. O resultado foi que eu me tornei um wesleyano inteiramente convicto, e que meu compromisso teológico passou a ter como elemento maior a minha indagação pelo entendimento ético.

Minha sede pelo conhecimento, bem como por uma preparação adequada para o ministério, levaram-me a prosseguir na obtenção de uma graduação com maior ênfase teológica do que na ética filosófica. Meus professores me encorajaram a fazer algo que trouxesse maior contribuição para nossa tradição e, eventualmente, o tema da minha dissertação surgiu – um estudo analítico da história ética de minha própria denominação. Como me mudei para área de concentração acadêmica, tive o privilégio de ensinar sobre ética por mais de trinta anos. Durante esses anos continuei a formular e a reformular meus conhecimentos sobre o que está vinculado a uma ética cristã adequada.

A conclusão mais satisfatória veio enquanto eu estava escrevendo uma teologia sistemática para a minha denominação, na qual eu extraía junto diversos aspectos da fé cristã e via a ordem da teologia wesleyana. Passei a entender mais claramente do que nunca quão importante é ancorar a ética cristã na teologia.

Essa peregrinação culminou, em meio a tantas voltas, neste pequeno livro. Esta obra reflete o que acredito ser a interpretação de uma ética cristã fundamentada na teologia wesleyana e fiel à Bíblia, compreendida holística e teologicamente.

Minha intenção é ser fiel ao espírito wesleyano, o qual visa falar a “simples verdade ao povo simples,” colocando as idéias profundas num estado claro e, quando possível, de forma fácil, ao invés de declarar idéias simplistas que distorcem a verdade. Como o próprio Wesley buscou esse alvo autodenominado, ele não se coibia de linguagem técnica e teológica, visto que ele sabia que o conhecimento adequado de qualquer disciplina deve incluir o vocabulário básico da mesma. Do mesmo modo, não fiz nenhum esforço para evitar terminologias técnicas e teológicas; ao invés disso, as apresento de forma que o leitor cuidadoso esteja apto para incorporá-las em seu vocabulário e ler (bem como usar) em seu conhecimento. Ao mesmo tempo, é esperança minha que as idéias aqui discutidas sejam bem articuladas e refletidas de maneira que possa contribuir para o conhecimento do estudante experiente da perspectiva wesleyana.

Detalhes:
Título: REFLETINDO A IMAGEM DIVINA - Ética Cristã na perspectiva wesleyana
Autor: Ray Dunning
Lançamento: Editora Sal e Cultura
Páginas: -



PARA COMPRAR O SEU EXEMPLAR CONTACTE:  [AQUI]

FUNDAMENTOS DA FÉ

SINOPSE: Jack Cottrell explica em termos leigos as grandes doutrinas da fé Cristã. Este livro é um recurso que o ajudará a entender de forma clara as principais crenças Bíblicas, bem como irá ajudá-lo a ensinar aos outros. Inclui perguntas para estudar em pequenos grupos.

Detalhes:
Título: FUNDAMENTOS DA FÉ
Autor:  Jack Coutrel
Lançamento: Editora Reflexão
Páginas: 144



COMPRE O SEU EXEMPLAR: [AQUI]

JACÓ ARMINIO (Biografia - Audio)

SINOPSE: Muito bem, muito bem, muito bem, mais um BTCast no AR e agora, Bibo e Alex recebem a Glória e o Mariano para falarem de um dos personagens mais injustiçados da história da Teologia, Jacó Armínio!

Nesse episódio entenda porque Jacó Armínio é caluniado sem razão, desmitologize suas ideias principais e entenda a graça do ponto de vista de Armínio.

Detalhes:
Título: JACÓ ARMINIO
Autor (Participantes):  Bibo, Alex, Glória e Wellington Mariano
Lançamento: BTCast


BAIXE GRATUITAMENTE O AUDIO: [AQUI]

O QUE É O ARMINIANISMO?

O QUE É O ARMINIANISMO?

A posição de Jacob Armínio (1560-1609) e seus seguidores – frequentemente conhecidos como remonstrantes – quanto à graça, o livre-arbítrio, à predestinação e à perseverança dos crentes. Armínio era um teólogo calvinista holandês que, em todos aqueles pontos nos quais a tradição reformada diferia da católica ou da luterana, continuou sendo calvinista. É importante recordar isso, visto que frequentemente se diz que o arminianismo é o contrário do calvinisrno, quando na realidade tanto Arrnínio como seus seguidores eram calvinistas em todos os pontos, exceto nos que debatiam. Além disso, é necessário notar que o debate envolvia também o interesse de um dos grupos em sublinhar o calvinismo estrito a fim de salvaguardar a independência recentemente conquistada do país, enquanto que o outro buscava posições que tornassem mais fácil para o país comercializar com outros que não fossem estritamente calvinistas. Em parte, por essa razão, os calvinistas estritos fundamentavam seus argumentos sobre as Escrituras, e o princípio da justificação só pela graça, construindo sobre isso um sistema rigidamente lógico e racional, enquanto seus opositores desenvolveram argumentos igualmente coerentes fundamentados sobre os princípios geralmente aceitos da religião – razão pela qual em certo modo foram precursores do racionalismo.

Armínio envolveu-se em um debate quando resolveu refutar as opiniões daqueles que rejeitavam a doutrina calvinista estrita da predestinação. Mas então se convenceu de que eram eles que tinham razão, e se tornou o principal defensor dessa posição. Os calvinistas estritos que se opuseram a ele e que mais tarde condenaram seus ensinamentos eram supralapsarianos. Sustentavam que Deus havia decretado antes de tudo a eleição de alguns e a reprovação de outros, e depois havia decretado a queda e suas consequências, de tal modo que o decreto inicial da eleição e reprovação pudesse ser cumprido. Também sustentavam que as consequências da queda são tais que toda a natureza humana está totalmente depravada, e que o decreto da predestinação é tal que Cristo morreu unicamente pelos eleitos, e não por toda a humanidade. Em princípio, Armínio tratou de responder a essas opiniões adotando uma posição infralapsariana; mas logo se convenceu de que isso não bastava. Criticou então seus adversários argumentando, em primeiro lugar, que sua discussão dos decretos da predestinação não era suficientemente cristocêntrica, visto que o verdadeiro grande decreto da predestinação é aquele “pelo qual Cristo foi destacado por Deus para ser o salvador, a cabeça e o fundamento daqueles que herdarão a salvação”; e, em segundo lugar, que a predestinação dos fiéis por parte de Deus baseia-se em sua presciência de sua fé futura.

Visto que a doutrina da predestinação de seus opositores se fundamenta na primazia da graça, e de uma graça irresistivel, Armínio respondeu propondo uma graça “preveniente” ou “preventiva”, que Deus dá a todos, e que os capacita para aceitar a graça salvadora se assim decidirem. E, visto que a graça não é irresistivel, isso implica que é possível um crente, mesmo depois de haver recebido a graça salvadora, cair dela. Foi contra todas essas propostas dos arminianos que o Sínodo de Dordrecht, ou de Dort (1618-19) afirmou os cinco pontos principais do calvinismo estrito, a depravação total da humanidade, a eleição incondicional, a expiação limitada por parte de Cristo, a graça irresistivel, e perseverança dos fiéis.

As teorias de Armínio foram adotadas por vários teólogos de tradição reformada que não estavam dispostos a levar seu calvinismo às consequências que Dordrecht as havia levado. O mais destacado entre eles foi João Wesley (1703-91). Entre os batistas ingleses, aqueles que aceitaram o arminianismo receberam o nome de “batistas gerais”, porque insistiam que Cristo morreu por todos, enquanto que aqueles que ensinavam a expiação limitada foram chamados “batistas particulares”.

Fonte: http://arminianismo.com/index.php/o-que-e-o-arminianismo



EXPERIMENTANDO A PRESENÇA DE DEUS

SINOPSE: O livro ”Experimentando a Presença de Deus” fala sobre como alcançarmos a presença de Deus, fazendo com que sejamos levados ao conhecimento da Palavra, a partir de um relacionamento constante com o Senhor.

Pastor e teólogo respeitado, o autor lançará mão de argumentos que desafiarão o nosso status quo, convidando-nos a explorar um novo entendimento acerca do que significa habitar em Deus, além de nos levar a experimentar a plenitude divina a partir da qual fomos criados.

De acordo com Tozer, a capacidade de ser íntimo do Altíssimo separa o homem de todo o restante da criação divina. A grande paixão incrustada no interior de todo ser humano consiste em experimentar a majestade assombrosa da presença de Deus. Entretanto, muito se interpõe para impedir que ele alcance isso de modo pessoal.

Na verdade, o homem não pode entrar na presença de Deus com o odor repugnante do pecado sobre si. Embora o passado tenha sido tratado, sua condição atual também precisa ser ajustada. Meros pensamentos pecaminosos, por exemplo, inibem nossa chegada ao trono da graça. O apego repulsivo à vanglória é abominável diante da santa presença divina. Não precisamos apenas de uma mudança de coração, mas também de novas vestes. Portanto, precisamos trocar nossos trapos por vestimentas de justiça. Para chegarmos a Deus, precisamos nos conformar ao Seu padrão em todas as áreas, ressalta o autor.

Acompanhe Tozer nessa jornada em busca da presença de Deus.


Detalhes:
Título: EXPERIMENTANDO A PRESENÇA DE DEUS
Autor: A. W. Tozer
Lançamento: -
Páginas: 272



COMPRE O SEU EXEMPLAR: [AQUI]

ROMANOS 9 NA VISÃO ARMINIANA

SINOPSE: Nesse BTcast entenda a visão arminiana da soberania de Deus, descubra como os Arminianos lêm e interpretam Romanos 9.

Bibo e Glória recebem os Arminianos Paulo Cesar do site Arminianismo.com e o Samuel do site Deusamouomundo.com para discutirem sobre Romanos 9.

Detalhes:
Título: ROMANOS 9 NA VISÃO ARMINIANA
Autor (Participantes): Paulo Cesar Antunes e o Samuel Coutinho
Lançamento: Bibotalk.com
Formato: Mp3



BAIXE GRATUITAMENTE O SEU AUDIO:  [AQUI]

A PREDESTINAÇÃO

SINOPSE: O Deus Todo Poderoso possui qualidades que o tornam um ser único, principalmente no tocante a Sua omnipotência e Trancedência!  É magnífico Ele fora do universo (no entanto atemporal) vendo todas as coisas como “Já”! Verdadeiramente neste sermão encontramos uma das mais belas explanações acerca da Presciência de Deus! E não só, John Wesley, descorre sobre o processo todo da Salvação do pecador, isto é, desde a eleição até a glorificação!

Recomendamos a leitura, não só para que tenhamos conhecimento acerca da tão grande obra da Eleição, mas sobretudo, para que CREIAMOS E TENHAMOS VIDA ETERNA! Boa leitura!


Detalhes:
Título: A PREDESTINAÇÃO
Autor: John Wesley
Lançamento: Projecto Wesley
Páginas: 24



BAIXE GRATUITAMENTE O SEU EXEMPLAR:  [AQUI]

ELEIÇÃO CONDICIONAL

SINOPSE: Em uma era marcada pelo ensino teológico diluído e antropocêntrico, Thiago Titillo, um dos pioneiros da nossa geração de escritores de uma nascente escola soteriológica arminiana brasileira, nos presenteia com um livro profundamente bíblico e historicamente embasado, reinserindo o termo eleição - assim como também sua correta interpretação - no seio arminiano. Uma obra clara, sucinta e profunda. Leitura obrigatória para todas as pessoas interessadas em teologia.

Detalhes:
Título: ELEIÇÃO CONDICIONAL
Autor: Thiago Titillo
Lançamento: Editora Reflexão
Páginas: 96



COMPRE SEU EXEMPLAR:  [AQUI]

EXPIAÇÃO ILIMITADA

SINOPSE: O Deus Onisciente, desde a eternidade passada, ao prever a queda do homem no pecado, proveu-lhe um meio para a sua redenção. O fato de o pecado ter alcance universal, visto que "todos pecaram" (Rm 3:23), exigiu que a morte de Cristo possuísse alcance correspondente, e, por conseguinte, também fosse oferecida universalmente. Assim, "Deus a todos encerrou na desobediência, a fim de usar de misericórdia para com todos" (Rm 11:32).

O livro que o leitor tem em mãos, ocupa-se da intenção, extensão dos benefícios da morte expiatória de Cristo, a partir da perspectiva do Arminianismo, sistema teológico este que dá nome a esta coleção. O Arminianismo, por sua vez, em total consonância com o testemunho bíblico, entende que Cristo morreu por todos e por cada um dos homens, embora somente os crentes sejam salvos.

Detalhes:
Título: EXPIAÇÃO ILIMITADA
Autor: Carlos Augusto Vailatti
Lançamento: Editora Reflexão
Páginas: 160


COMPRE SEU EXEMPLAR:  [AQUI]
Próxima Pagina » Página inicial
 
Copyright © 2014 - 2016. Biblioteca Arminiana On - Todos Direitos Reservados
Sobre mim: Kikuambi Kia Lunda